Andragogia: A chave para o sucesso da Educação Corporativa

A andragogia está intimamente ligada ao processo de aprendizado. Entenda as...
andragogia

Você já conhece o termo andragogia? Neste artigo, vamos explorar o que significa este termo, a sua importância e como aplicá-lo na educação corporativa.

Atualmente, existem diversos conceitos em torno do aprendizado. Dentre esses, a Andragogia se destaca, especialmente por seu papel significativo em contextos empresariais, um tópico que exploraremos detalhadamente neste artigo.

A transformação na maneira como os empregadores encaram o desenvolvimento de seus colaboradores tem integrado ainda mais a educação ao ambiente corporativo, culminando na concepção da Educação Corporativa.

Essa abordagem valoriza enormemente o papel do colaborador, tratando-o como o protagonista de seu próprio desenvolvimento. Isso ocorre porque ela está intimamente ligada a este processo, oferecendo, quando aplicada ao aprendizado, numerosas vantagens para o ambiente de negócios.

Boa leitura.

Como o termo “Andragogia” surgiu?

O termo “andragogia” foi cunhado em 1833 pelo educador alemão Alexander Kapp em sua obra “Platon’s Erziehungslehre” (traduzida para o português como “Ideias Educacionais de Platão”). Kapp utilizou o termo para se referir à educação de adultos, em contraposição à pedagogia, que se refere à educação de crianças.

A palavra “andragogia” deriva do grego “andros”, que significa homem, e “agogia”, que significa conduzir. A escolha do termo por Kapp foi proposital, pois na época a educação formal era direcionada principalmente aos homens adultos.

No entanto, como campo de estudo só ganhou força na década de 1960 com o trabalho do educador americano Malcolm Knowles. Knowles é considerado o pai da andragogia moderna e foi responsável por popularizar o termo e por desenvolver os princípios que fundamentam essa metodologia de ensino.

Existem alguns marcos importantes na história:

  • 1833: Alexander Kapp utiliza o termo “andragogia” pela primeira vez.
  • 1920: Eduard Lindeman publica o livro “The Meaning of Adult Education”, que contribui para o desenvolvimento como campo de estudo.
  • 1960: Malcolm Knowles publica o livro “The Adult Learner: A Neglected Species”, que populariza o termo “andragogia” e define os princípios da andragogia moderna.
  • 1970-presente: Se consolida como uma metodologia de ensino eficaz para a educação de adultos.

A andragogia hoje

Atualmente ela é utilizada em diversos contextos, como:

  • Educação Corporativa: Treinamentos e programas de desenvolvimento profissional para adultos.
  • Educação Superior: Cursos de graduação e pós-graduação para adultos.
  • Educação Popular: Programas de educação para grupos sociais marginalizados.
  • Educação a Distância: Cursos online para adultos.

Ela é uma metodologia de ensino flexível e adaptável às necessidades específicas de cada público-alvo. Ela reconhece que os adultos são aprendizes autônomos e motivados, e que o processo de aprendizagem deve ser centrado em suas necessidades e interesses.

Os 6 Pilares da Andragogia

A andragogia se sustenta em seis princípios fundamentais:

  1. Necessidade de Saber: O ponto de partida do processo de aprendizagem andragógico é a necessidade de saber do adulto. O conteúdo deve ser relevante para suas vidas e carreiras, proporcionando uma conexão clara entre o conhecimento adquirido e a prática profissional.
  2. Autoconceito: Adultos se percebem como indivíduos autônomos e responsáveis por seu próprio aprendizado. A andragogia reconhece essa autonomia e valoriza a experiência e o conhecimento prévio dos participantes, construindo um ambiente de aprendizagem colaborativo e participativo.
  3. Experiência: A bagagem de vivências e conhecimentos prévios dos adultos serve como base sólida para o aprendizado. A andragogia utiliza essa experiência como ponto de partida para a construção de novos conhecimentos, promovendo a reflexão crítica e a troca de saberes entre os participantes.
  4. Prontidão para Aprender: Adultos estão mais propensos a se dedicar a temas que se conectam com seus objetivos profissionais e pessoais. A andragogia identifica essas necessidades e objetivos, criando programas de treinamento personalizados e relevantes para cada indivíduo.
  5. Orientação para a Prática: A aplicação prática do conhecimento adquirido é um fator essencial para a retenção e o engajamento dos adultos na aprendizagem. A andragogia prioriza atividades e projetos práticos que possibilitem a aplicação imediata do conhecimento adquirido no dia a dia profissional.
  6. Motivação: A motivação intrínseca, impulsionada por interesses e desafios, é fundamental para o sucesso da aprendizagem adulta. A andragogia utiliza estratégias que estimulam a participação ativa, a autonomia e a autodeterminação dos participantes, criando um ambiente de aprendizagem motivador e engajador.

Diferenças entre Andragogia e Pedagogia:

A andragogia se distingue da pedagogia, a metodologia tradicional de ensino focada em crianças, em diversos aspectos:

andragogia

Benefícios da Andragogia para a Educação Corporativa:

A aplicação da andragogia na Educação Corporativa traz diversos benefícios para as empresas e seus colaboradores:

  • Melhor Desempenho e Produtividade: Ao oferecer ferramentas e conhecimentos relevantes para suas funções, os colaboradores se tornam mais eficientes e produtivos, impactando diretamente nos resultados da organização.
  • Engajamento e Retenção de Talentos: Uma cultura de aprendizado contínuo, baseada na autonomia e na participação ativa dos colaboradores, contribui para a retenção de talentos e a redução da rotatividade, diminuindo os custos com recrutamento e treinamento.
  • Desenvolvimento de Habilidades e Competências Estratégicas: A andragogia permite a criação de programas de treinamento personalizados, focados nas necessidades específicas da empresa e nas demandas do mercado, impulsionando a competitividade da organização.
  • Estimulação da Criatividade e Inovação: Ao criar um ambiente propício para o diálogo, a troca de ideias e a experimentação, a andragogia impulsiona a criatividade e a inovação na organização, gerando soluções inovadoras para os desafios do dia a dia.
  • Fomento à Autogestão e ao Desenvolvimento Pessoal: A andragogia empodera os colaboradores a serem protagonistas de seu próprio aprendizado, promovendo a autogestão e o desenvolvimento pessoal, construindo profissionais mais autônomos e confiantes.

Estudos sobre o tema

Diversos estudos comprovam a efetividade da andragogia na Educação Corporativa. Uma pesquisa realizada pela Universidade de Harvard, por exemplo, demonstra que programas de treinamento baseados na andragogia podem aumentar a produtividade dos colaboradores em até 20%.

Outro estudo, conduzido pela American Society for Training and Development, concluiu que empresas que investem em andragogia apresentam um índice de retenção de talentos 30% superior à média do mercado.

Aplicando a Andragogia nos Treinamentos da Sua Empresa

Definição dos Objetivos:

Com base no diagnóstico, é crucial definir os objetivos específicos de cada programa de treinamento, alinhando-os com as necessidades dos colaboradores e da empresa. Os objetivos devem ser SMART (específicos, mensuráveis, atingíveis, relevantes e temporais) para garantir que o treinamento seja eficaz e atinja os resultados desejados.

Escolha das Metodologias:

A andragogia oferece uma gama de metodologias de ensino que podem ser utilizadas de acordo com os objetivos e características do público-alvo. Algumas das metodologias mais utilizadas são:

  • Aprendizagem Baseada em Problemas: Os participantes são desafiados a solucionar problemas reais da empresa, utilizando os conhecimentos adquiridos no treinamento.
  • Aprendizagem Experiencial: Os participantes aprendem através da prática, realizando atividades e projetos que simulam situações reais do dia a dia profissional.
  • Aprendizagem Colaborativa: Os participantes trabalham em equipe para alcançar objetivos comuns, compartilhando conhecimentos e experiências.
  • E-learning: Os participantes aprendem através de plataformas online, utilizando recursos como videoaulas, exercícios interativos e fóruns de discussão.

Avaliação e Feedback:

A avaliação do aprendizado é fundamental para verificar se os objetivos do treinamento foram atingidos. A andragogia utiliza diversas formas de avaliação, como:

  • Autoavaliação: Os participantes refletem sobre seu próprio aprendizado e identificam seus pontos fortes e fracos.
  • Avaliação por Pares: Os participantes avaliam o aprendizado uns dos outros, fornecendo feedback construtivo e positivo.
  • Avaliação do Treinador: O treinador avalia o desempenho dos participantes e fornece feedback individualizado.

O feedback é uma ferramenta essencial para o aprendizado contínuo. A andragogia valoriza o feedback construtivo e positivo, que ajuda os participantes a identificarem seus pontos fortes e fracos, e a aprimorarem suas habilidades e competências.

Recursos Humanos:

O papel do Recursos Humanos é fundamental para o sucesso da aplicação da andragogia na Educação Corporativa. O RH deve pode, por meio da psicologia organizacional:

  • Definir a política de treinamento da empresa: A política de treinamento deve ser clara e objetiva, definindo os objetivos, as metodologias e os recursos que serão utilizados nos programas de treinamento.
  • Gerenciar os recursos financeiros: O RH deve gerenciar os recursos financeiros destinados à Educação Corporativa, garantindo que os programas de treinamento sejam realizados de forma eficiente e eficaz.
  • Acompanhar e avaliar os resultados dos treinamentos: O RH deve acompanhar e avaliar os resultados dos treinamentos, verificando se os objetivos foram atingidos e se os participantes estão aplicando os conhecimentos adquiridos no dia a dia profissional.

Dica extra: crie um programa completo de Educação Corporativa

Para organizar os conteúdos dos treinamentos e garantir que sejam acessíveis a todos os colaboradores, a utilização de uma plataforma LMS é a melhor opção.

Através das plataformas, é possível aplicar a andragogia de forma eficiente, pois muitas delas permitem:

  • Criação de comunidades para que os colaboradores interajam entre si;
  • Gamificação para um aprendizado com exemplos práticos;
  • Avaliações de compreensão do conteúdo e questionários;
  • Monitoramento dos instrutores;
  • Entre muitas outras vantagens.

Para saber mais sobre Plataforma LMS e como implementar na sua empresa, confira:

Conclusão:

A andragogia se configura como uma ferramenta poderosa para o desenvolvimento de profissionais e organizações no cenário corporativo atual.

Ao oferecer um ambiente de aprendizagem engajador, focado na autonomia e na relevância do conhecimento, a andragogia contribui para o sucesso individual e coletivo, impulsionando a produtividade, a inovação e o crescimento sustentável das empresas.

Com a implementação da andragogia nos treinamentos da sua empresa, você estará investindo no futuro da sua organização e dos seus colaboradores.

Você também pode se interessar por:
squads
Segundo um estudo da McKinsey, empresas que adotam métodos ágeis, como squads, têm 60%...
tecnologias IA
A era digital trouxe inovações, mas poucas tecnologias são tão transformadoras quanto a IA,...

Demonstração para você de RH

Insira suas informações abaixo, faça uma demonstração guiada e teste grátis.

Conte com o apoio do maior grupo educacional do Brasil

Obrigado, nossa equipe irá entrar em contato o mais breve possível.